Duas garotas esfaquearam a amiga de 12 anos na tentativa de agradar um ‘espirito’; a vitima levou 19 facadas


“SLENDER MAN”: Uma lenda que nasceu na internet e motivou um CRIME mortal

O que é Slender Man?

Advertisement

Slender Man ganhou vida em 2009, de um concurso na internet de um fórum chamado Something Awful (Algo Horrível em tradução livre), nele era necessário criar uma criatura sobrenatural. O vencedor foi Eric Knudsen, responsável pela ideia de um fantasma sem rosto que persegue crianças, batizado de Slender Man.

Em 2018, foi lançado um filme de terror baseado no monstro fictício. A obra intitulada Slender Man: Pesadelo sem Rosto mostra a história de três jovens, que após invocar a entidade, começam a sofrer com perseguições e visões do fantasma sem rosto.

O Crime

No entanto, o artigo se baseia na história real de três garotas americanas, na qual duas delas esfaquearam a terceira em um bosque no estado de Wisconsin, nos Estados Unidos. O crime tinha uma motivação: agradar Slender Man.

Amizade assassina

Payton Leutner conheceu Morgan Geyser na escola e logo viraram grandes amigas, brincavam juntas e faziam festas do pijama. Em seu depoimento para a polícia, Payton falou sobre Morgan: “ela era minha única amiga por muito tempo”.

Dois anos depois, Morgan conheceu Anissa Weier, e segundo Payton, foi quando “tudo deu errado”. Logo, Anissa e Morgan ficaram totalmente obcecadas com o Slender Man, Payton mesmo assustada, apoiava suas amigas, ela afirmou que realmente acreditava que a assombração fosse real.

Sacrifício 

No dia 30 de maio de 2014, Payton comemorou seu aniversário de 12 anos com uma festa, Anissa e Morgan foram suas convidadas. As três meninas dormiram, e no dia seguinte foram passear no bosque.

Foi nesse momento que o ataque aconteceu. De repente, Morgan começou esfaquear brutalmente Payton e, após 19 golpes, Anissa e Morgan sairam correndo, deixando a vítima para morrer.

Mesmo terrivelmente ferida, Payton conseguiu ir se arrastando até a beira da estrada, onde o ciclista, Greg Steinberg a socorreu. Brian Huckstorf, médico que atendeu a vítima após a tentativa de assassinato, declarou que ela foi atacada nos braços, pernas, peito e abdômen.

Algum tempo mais tarde, Geyser e Weir foram presas enquanto caminhavam rumo à Floresta Nacional Nicolet, também no estado de Wisconsin, onde as autoras do crime acreditavam que a casa de Slender Man estava localizada.

No interrogatório, realizado separadamente, as duas garotas alegaram que a entidade sobrenatural desejava a morte de Payton. Anissa chegou a afirmar que estava sendo ameaçada pela criatura:

“Disseram-me que se eu não fizesse algo, minha família estaria em perigo”.

A investigação concluiu que apesar de Morgan ter executado todos os golpes sozinha, enquanto Anissa vigiava o local, ambas planejaram o crime juntas, durante meses. O objetivo do crime era ganhar uma recompensa do fantasma, e se mudar para sua mansão na floresta.

Julgamento

Em 2017, ocorreu o julgamento, Morgan foi diagnosticada com esquizofrenia precoce, recebeu a sentença de 40 anos em um hospital psiquiátrico, após se declarar culpada das acusações, em um acordo com a promotoria que alegava insanidade mental.

Anissa, por sua vez, foi diagnosticada com transtorno delirante. Declarou-se culpada e cúmplice do crime, recebeu a sentença de 25 anos em uma clínica psiquiátrica. (fonte)

 


Advertisement