Filho pede ajuda ao pai após amigo ser chamado de “preto e gordo”


Um triste desabafo sobre bullying postado nas redes sociais no último sábado (23) está ultrapassando fronteiras, ultrapassando os 100 mil compartilhamentos. O episódio narra uma cena de discriminação e racismo em uma festa infantil que ocorreu em Marília, interior de ão Paulo.

O garoto enviou uma mensagem no WhatsApp para seu, Mateus Barboza, na qual compartilhou o relato nas redes sociais. Na mensagem, ele escreve: “pai, vem me buscar fazendo o favor? não quero ficar na festa do Gabriel. Você sabe que o Rafa é meu melhor amigo da escola, né? Aí, o Gabriel e os outros meninos estão fazendo bullying com o Rafa. Estão chamando ele de preto e gordo”.

Advertisement

Ainda na mesma mensagem, o desabafo continua: eu não fiz bullying. Eu defendi ele e falei para parar. Aí, eu falei para o pai do Gabriel e pro homem que está vestido de Minecraft mas eles deram risada. Agora, a gente está aqui sozinho”, digitou o garoto. “Pai quando você vier, pega o Rafa também para gente não deixar meu amigo aqui sozinho”, complementa.


Mateus respondeu ao filho que em meno de 10 minutos chegaria ao local, e pediu calma que eles iriam levar o ‘Rafinha’ para casa. Mateus complementa nas redes sociais: “extremamente triste com a situação”. “Por outro lado, feliz pela atitude do meu filho em não se juntar aos outros meninos. Mas fica a reflexão”.


Advertisement