Categories: Notícias

Polícia investiga se pai teve alguma participação na morte de criança de 2 anos no DF

13 de março de 2020 08:09

A Polícia Civil do Distrito Federal investiga se o pai da menina Julia Felix de Moraes, de 2 anos e 2 meses, morta a facadas na manhã desta quinta-feira (13), participou do crime.

A mãe da menina, Laryssa Moraes, de 21 anos, foi presa em flagrante pela Polícia Militar por suspeita de cometer o assassinato. No entanto, segundo o delegado Josué Ribeiro, responsável pela investigação, Laryssa e o companheiro, Giuvan Felix, de 25 anos, entraram em contradição nos depoimentos.

Até a última atualização desta reportagem, o casal continuava detido. Os policiais ouvem testemunhas para descobrir o que realmente ocorreu.

O crime foi registrado no início da manhã desta quinta, em Vicente Pires. Segundo a Polícia Militar, a mãe da menina teria esfaqueado a filha e, em seguida, tentado matar o companheiro.

Ainda de acordo com a corporação, Laryssa confessou o crime enquanto conversava com uma equipe do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu). Ela teria dito que “não sabia por que tinha feito aquilo”.

Segundo o delegado Josué Ribeiro, no entanto, a jovem disse na delegacia que o companheiro é responsável pelo crime. “Essa é uma das várias contradições deles. Um coloca culpa no outro.”

O que diz o pai

Vizinhos disseram aos investigadores que ouviram o choro da criança durante a noite. O pai alegou em depoimento que não escutou nada e acordou com Laryssa segurando uma faca contra o rosto dele.

Giuvan afirmou que conseguiu desarmar a companheira e só então viu a filha na sala, com dois ferimentos no peito. Em seguida, teria acionado a Polícia Militar.

Segundo parentes, apesar de morarem na mesma casa, Giuvan e Laryssa estavam separados há dois meses. O pai da criança afirma que a jovem teria sido expulsa da casa dos pais em Padre Bernardo (GO), por conta de problemas com uso de drogas e álcool. No momento do crime, no entanto, ela não estaria sob influência de qualquer substância.

Desavença

De acordo com o delegado Josué Ribeiro, Giuvan contou que ele e a mulher se desentenderam após ela afirmar que reataria um relacionamento com uma ex-namorada. “Foi a única desavença no período em que moraram juntos”.

Giuvan disse ainda que não teria aceitado que a jovem ficasse com a filha nestas circunstâncias e decidiu que iria pedir a guarda da menina na Justiça. Ele ainda contou aos policiais que tinha um acordo com Laryssa para que ela deixasse a casa nesta quinta-feira (13) – quando aconteceu o crime.

Advertisement

This post was last modified on 13 de março de 2020 08:09

Advertisement

Recent Posts

Após testar positivo para COVID-19, Eliana recebe carta emocionante de seu filho mais velho, Arthur

Nos últimos dias, viera à tona que a apresentadora e cantora Eliana havia testado…

By

Governo prorroga auxílio emergencial por mais dois meses – veja os valores

Após bastante suspense, o Governo Federal publicou no Diário Oficial a prorrogação do pagamento…

By

BBB20: Prior é questionado por Babu sobre indicação: ”É o bananão mesmo?”

Prior levou a melhor na prova do Líder e garantiu mais uma semana no…

By

BBB20: Prior vence prova do líder; Babu e Rafa Kalimann estão no paredão

E não é que ele conseguiu?! Em uma prova de resistência, foco e muuuita…

By