Vidente vai à boate Kiss e faz contato com mortos em tragédia: “Ainda tem pessoas sofrendo”


Os caçadores de fantasmas Rosa Maria Jaques e João Tocchetto de Oliveira realizam uma missão difícil. Eles entram na boate Kiss, palco de uma tragédia no dia 27 de janeiro de 2013 que deixou 242 mortos. No local, com parentes e amigos de algumas das vítimas, eles fizeram registros de atividades paranormais.

 

Advertisement

Advertisement